Como começar na Amazon Web Services (AWS)

Mas agora que já sabemos um pouco das maravilhas ou possíveis maravilhas Amazon Web Services (AWS) oportuniza, o que fazer? Como começar?

Essa meus amigos, é a parte mais fácil. Crie uma conta através da page https://aws.amazon.com/pt/. Você precisará cadastrar um cartão de crédito válido e terá a mesma preocupação que eu, se passar de algum dos limites dos serviços disponibilizados, eles vão te cobrar.

Mas o interessante é receber a ligação para confirmação do token de cadastro via celular, algo bem bacana, pra mim.

Minha sugestão  é de realizar algum curso referente a AWS, de uma olhada nos cursos da Udamy, tanto os gratuitos quanto os pagos. Além de realizar um curso de AWS Developer e outro de AWS Arquiteto, estou cursando Python com Django.

Meu objetivo é entrar forte no Python, mas não para web, porém este com Django servirá para hospedar e testar alguns serviços de outro ponto de vista na AWS.

Esse é o Segredo 😉

Amazon Web Services (AWS)

Sou um nômade da tecnologia e você já deve saber disso, sempre estou em constante transição e abraçando mudanças. Uma destas novas áreas de aprendizado previstas para este ano é a Amazon Web Services (AWS).

A Amazon Web Services (AWS) é uma plataforma de serviços em nuvem que oferece segurança, poder computacional, armazenamento de banco de dados, distribuição de conteúdo e tantas outras funcionalidades que te não te dá vontade de parar.

A Nuvem AWS está disponível em 190 países, por meio de 13 regiões geográficas, 35 zonas de disponibilidade e mais de 50 pontos de presença locais.

O Investimento em infra é flexível permitindo adicionar e/ou remover recursos  sem a necessidade de ficar preso a uma infra cara e muitas vezes ultrapassada.

Empresas como Spotify, AirBNB, Soundcloud, Unilever e muitas outras utilizam a AWS que em contra partida proporciona uma infra estrutura e replicação de dados perfeita.

Mas curiosidade somente não é o suficiente para te tornar um profissional, talvez seja o passo inicial e a força que você precisa para iniciar. Pensando assim, comprei um curso de AWS Developer visando a certificação e já comprado e aguardando um AWS Arquiteto com Certificação. Tudo isso vinculado a uma conta free de 12 meses para você pegar o gostinho.

Experimente você também.

 

Dificuldades em Montar Laboratórios Caseiros

Espero que o título não seja desanimador demais para você. Mas eu já sabia das dificuldades como infra e importações, impostos e tudo mais que montar 3 ambientes de uma vez poderiam ter, afinal, não sou novo na área, mas não sou velho demais, para ficar claro.

Quando falo em laboratórios falo em ambientes controlados com suporte a projetos dos mais diversos. Tão diversos como investir em plantações orgânicas, pequenas, mas ainda assim desafiadoras.

Não subestime meus vasinhos de temperos no Instagram @ederson_melo 😉

O projeto vai levar todo o ano de 2017 e entrar 2018 com as montagens. Mas também entregar alguma coisa durante esse processo. Entregar temperinhos para a cozinha também está nas especificações rsrsrsrs.

Tempo é uma das questões fundamentais, então um alto nível de organização está sendo necessário e já empregado.

 

Python e R, vamos voltar a programar?

Algumas linguagens eu confesso que deveríamos todos abandonar, são grandes demais, com detalhes desnecessários demais, caras demais do ponto de vista profissional e de infra. São tão chatas que você leva dias para montar um ambiente, em resumo, chega né!

No futuro temos que focar em sermos mais produtivos e menos Nerdizinhos, com isso e o foco nas novas oportunidades, resolvi voltar ao Python que é uma linguagem de propósito geral de alto nível, multi paradigma, suporta o paradigma orientado a objetos, imperativo, funcional e procedural. Confesso que nunca me aprofundei na linguagem Python e que agora seja a hora pra mim.

Python é hoje uma das linguagens que mais está alinhada ao desejo de participar do futuro, assim como a linguagem R, que também é um ambiente de desenvolvimento integrado para cálculos estatísticos e gráficos.

Python é uma linguagem de programação de alto nível[4], interpretada, de script, imperativa, orientada a objetos, funcional, de tipagem dinâmica e forte. Foi lançada por Guido van Rossum em 1991.[1] Atualmente possui um modelo de desenvolvimento comunitário, aberto e gerenciado pela organização sem fins lucrativos Python Software Foundation. Apesar de várias partes da linguagem possuírem padrões e especificações formais, a linguagem como um todo não é formalmente especificada. O padrão de facto é a implementação CPython.

A linguagem foi projetada com a filosofia de enfatizar a importância do esforço do programador sobre o esforço computacional. Prioriza a legibilidade do código sobre a velocidade ou expressividade. Combina uma sintaxe concisa e clara com os recursos poderosos de sua biblioteca padrão e por módulos e frameworks desenvolvidos por terceiros.

 

Fonte(s):https://pt.wikipedia.org/wiki/Python

 

2017 começa aqui no Blog

Eai? Como foi seu final de ano e início de 2017? O meu foi muito bom e com este inicio de ano e a chegada dos 3.6 minha mente mudou.

Após assistir muitas Palestras e analisar Gartner e Visionários, pontos positivos e negativos surgiram e surgirão em minha visão de futuro.  Decidir então participar da criação deste futuro.

Acredito em um futuro onde teremos carros autônomos e muitos aplicativos e funcionalidades embarcados para tornar seu trajeto mais conectado. Pensando que você já não será mais tão útil assim como motorista.

Um futuro onde a Inteligência Artificial já presente em nossas vidas vai propiciar não somente o fim dos empregos comuns, mas a criação de novos para essa geração que está chegando. Não pense na Inteligencia Artificial como uma inimiga, pense que você não mais vai se sujeitar a passar horas em uma ligação com um callcenter tentando explicar o que você quer para outro humano. Não vai mais depender da boa vontade de um motorista de transporte público para parar um ônibus só porque ele não quer.

Um futuro onda manteremos os dispositivos mobile mas que a  IoT vai frear este crescimento, já que tudo estará conectado. O  Amazon Echos está entre muitos dispositivos que vão ajudar nesse novo desenho.

Um futuro onde a cultura do compartilhamento já se manifesta, onde a honestidade já é mais presente, porque para compartilhar você vai precisar confiar.

Como você deve estar se perguntando, mas onde me preparar, como começar, bom eu me fiz as mesmas perguntas e descobri em segundos. A Cloud está cheia de oportunidades, ainda que minúsculas e separadas, ela está ai para fornecer a você alguns caminhos para começar.

Vivemos sim em um pais de terceiro Mundo, onde operadoras querem limitar a internet, que é péssima, onde os políticos vão diminuir as possibilidades de crescimento, aumentar impostos sobre tudo que pode te fazer grande, um Pais que está na contramão da evolução, que investem em presídios e não em escolas. Onde as pessoas que podem mudar ficam quietas.

Criei 3 laboratórios caseiros para investir desde um simples cultivo orgânico até em Inteligência Artificial.

Bom pra mim começa o ano com uma nova viagem, novas oportunidades e muito mais compartilhamento. Me segue nas redes sociais que também vou te seguir para compartilharmos ideias.

Abraço.

Full Stack Developer

Sempre procurei o que pudesse definir de melhor forma como eu trabalhava. Então surgiu o Full Stack Developer.

Sempre fui Front-End e Back-End

Quando falamos em tecnologias de desenvolvimentos necessárias para um desenvolvimento web, falamos em :

  • HTML5
  • CSS3
  • JavaScript
  • UX / UI
  • Conceitos como Mobile First, RWD, etc.

Mas como Back-End developer, também trabalho com:

  • PHP
  • Java
  • Python
  • .Net
  • Banco de Dados
  • etc.

Nos últimos tempo tivemos a evolução do JavaScript com o Node.JS que também é utilizado por profissionais Front-end.

Full Stack Developer, nada mais é do que um Front-End Developer que também é um Back-End Developer, ou como muitos sites descrevem, um Leão Branco.

Para quem não leu ainda sobre essa definição, todo Leão tem um gene que dá a ele a possibilidade de ser um Leão Branco, são raros os que nascem assim. Portanto, excelentes Full Stack Developers são raros.

Não é necessário que você seja o melhor Front-End e o melhor Back-End, mas deve ser hábil em ambas.

A rapidez em que o progresso dos dois mundos evolui, pode fazer com que você perca alguma atualização ou tenha o conhecimento superficial de uma ou nas duas áreas.

Em grandes empresas, dificilmente terá um Full Stack Developer, mas em Startups, pequenas e médias, é possível e muito provável acharmos um Front-End que também é um Back-End.

Bom, fica a cargo de cada um e de uma discussão mais ampla sobre o tema, até que ele seja realmente aceito e implementado por empresas.

Estou conhecendo o Yarn

Assim como grande parte das pessoas, estou conhecendo o Yarn, que nada mais é do que um dependency manager criado principalmente pelos desenvolvedores do Facebook.

Analisando o post do próprio Face e após usar um pouco de forma bem básica, podemos acreditar bastante no Yarn. Neste momento estou lendo e tentando aprender, portanto comecei a comparar o Yarn com o npm.

Os dois principais itens que mais me chama atenção por enquanto, se referem a licença Open Source e o  Cache Global existentes no Yarn, mas na minha opinião são os fatores que fazem com que o Yarn esteja ganhando muito destaque.

Além disso o Yarn suporta registros do Bower, sendo possível gerenciar tanto os pacotes do npm quanto os do bower.

Não vamos negar que o Facebook tem evoluído no gerenciamento de seus pacotes com JavaScript, que já me chamava a atenção com o React.

 

Dê uma conferida neste post do próprio Facebook http://bit.ly/2dWJz57

 

Vídeo Johnnie Walker Human

É muito difícil alguém não conhecer a marca de uísque escocês Johnnie Walker*. Se não pela bebida em si, pelos belos e intrigantes comerciais.
Este em específico que você deve assistir, é fantástico e assustador. Me lembra um pouco o filme Transcendente, onde o dr. Will Caster (Johnny Depp) é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade. No momento ele está trabalhando na construção de uma máquina consciente que conjuga informações sobre todo tipo de conteúdo com a grande variedade de emoções humanas.
O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse notoriedade, mas ao mesmo tempo o tornou o inimigo número 1 dos extermistas que são contra o avanço da tecnologia – e por isso mesmo tentam detê-lo a todo custo. Só que um dia, após uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa Evelyn (Rebecca Hall) e seu melhor amigo Max Waters (Paul Bettany) a testar seu novo invento nele mesmo.

 

 

  • Johnnie Walker é uma marca de uísque escocês[1] pertencente à Diageo e é produzido em Kilmarnock, condado de Ayrshire, Escócia. É a marca de uísque mais distribuída no mundo, vendida em quase todos os países, com vendas anuais de cerca de 130 milhões de garrafas.

Um Pouco de UX Design

Li sempre bons livros sobre Design e os dois últimos, um do Fabrício Teixeira, Introdução e boas práticas em UX Design, que fala muito bem de forma básica e que recomendo para quem estiver começando ou querendo aprender. Outro  livro, do Rafael Cardoso intitulado: Design para um mundo complexo, que ainda estou lendo.

Basicamente o design nasceu com o propósito de pôr ordem no mundo industrial. Entre meados do século XVIII e fins do século XIX , que temos como o surgimento do sistema de fábricas em boa parte da Europa e dos Estados Unidos – houve um aumento da oferta de bens de consumo, combinado com queda concomitante do seu custo, ambos provocados por mudanças de organização e tecnologia produtivas, sistemas de transporte e distribuição.

Nunca antes na história da humanidade, tantas pessoas haviam tido a oportunidade de comprar tantas coisas. Era a infância da sociedade de consumo. Para muitos observadores, à época, o processo teria gerado um declínio preocupante da qualidade e da beleza dos produtos. Certa ou errada (o que é bem mais provável), essa percepção serviu de estímulo para a ação. Entraram em campo artistas e arquitetos, reformadores e burocratas, governos, industriais, associações comerciais e profissionais, museus e instituições de ensino, com o intuito de melhorar o gosto da população e a configuração das mercadorias que lhes eram oferecidas. As atividades de projetar e fabricar artefatos, exercidas há muito em relativo silêncio, migraram para o centro dos debates políticos, econômicos e sociais.

(Livro Design para um mundo complexo)

User Experience Design

Existe muito trabalho intelectual de pesquisa de um verdadeiro UX Designer que é um questionador constante. Desde que trabalho na TI como um todo, conheci muitos profissionais de Design e principalmente de Webdesign, acompanhei o surgimento do termo UX Designer e vi profissionais que sempre fizeram este trabalho se encaixar de forma autônoma ao termo.

Read more

15 Software Populares de Bug Tracking para facilitar o seu processo de gerenciamento de Defeito

Mesmo não sendo testadores – em outras palavras localizadores de bugs. Defeito / Bug / Issue / Falha / Falha / incidentes – o que quer que nós escolhemos chamar – a nossa descrição do trabalho principal gira em torno de encontrar, registo, comunicação, gestão e acompanhamento destes.

O mercado QA tem visto o surgimento de vários sistemas de rastreamento de bug ou ferramentas de gerenciamento de defeitos ao longo dos anos.

Para um software de rastreamento de bugs é essencial ter:

  1. Relatórios instalação – com campos que lhe permitirá fornecer informações sobre o bug, meio ambiente, módulo, gravidade, screenshots etc.
  2. Atribuição – Que bom é um bug quando tudo que você pode fazer é encontrá-lo e mantê-lo para si mesmo, certo?
  3. Progredindo através dos estágios do ciclo de vida – Fluxo de trabalho
  4. História / log trabalho / comentários
  5. Relatórios – gráficos ou tabelas
  6. Armazenamento e recuperação – Cada entidade em um processo de teste precisa ser exclusivamente identificável, a mesma regra se aplica a erros também. Assim, uma ferramenta de rastreamento de bugs deve fornecer uma maneira de ter um ID, que pode ser usado para armazenar, recuperar (search) e organizar informações bug.

O acima são as características de essência – o que significa que estes são absolutamente necessários para qualquer sistema que pretende ser um sistema de rastreamento de bugs. Além disso, pode haver recursos adicionais de conveniência – como assistir, salvar pesquisas, etc., e alguns de garantia – como votação, mostrando a informação de bug em uma transmissão ao vivo e assim por diante.

Enquanto características de conveniência e segurança são ‘bom ter’ é as características de essência que se tornam o jogo-cambiadores durante a avaliação e fazer uma escolha sobre o que ferramenta usar. Então, há também considerar a economia.

Sabemos que as ferramentas disponíveis no mercado são inumeráveis. Então segue a lista de 15 Software Bug Tracking Mais Populares:

1. Zoho bug rastreador :

Zoho logotipo Tracker Bug

Detalhes: Zoho Bug Tracker é um dos módulos do software de gerenciamento de tarefas Zoho Project. É uma ferramenta online que permite que você crie projetos, marco miliário, tarefas, bugs, relatórios, documentos e assim por diante. O módulo rastreador de bug, por si só tem todas as características de essência que você geralmente procuram. O produto é comercial, mas não muito caro.

Uma excelente dica é você conhecer mais a fundo o Projetos Zoho: uma revisão aprofundada.

Baixar: Você também pode experimentá-lo gratuitamente por um tempo limitado e ver como se adapta às suas necessidades. Zoho bugs detalhes Tracker.

Read more