Dos tradicionais Blogs para Redes Sociais

Pessoalmente tenho sido um blogueiro a alguns bons anos e tenho resistido a trocar minha plataforma de expressão/escrita dos Blogs para as Redes Sociais, literalmente. Até hoje!

Essa teórica “resistência” para escrever diretamente em Redes Sociais não tem relação com a idade, medo ou não ser aberto a mudanças.

Tem relação com minha paixão por blogs, pela minha dedicação em ajudar a evoluir está plataforma e por ser um dos meus hobbies. Mas tem sido satisfatório o suficiente? Até mesmo um hobby precisa evoluir.

Então resolvi tirar um tempo para pensar nesta mudança, chegar a um consenso e decidir da melhor forma possível. Tive oportunidade de analisar diversos cenários e profissionais que fizeram essa transição muito bem.

Mas qual plataforma utilizar então? Linkedin, Facebook, Instagram. Cada uma tem sua rede de comunicação, algumas mais focadas em profissionais e outras no pessoal, imediativo. Pode existir posts diferentes por Rede Social, sim. O blog deve continuar? Sim, mas desta vez ele não vai ser a origem para tudo e sim um agregador de muitas origens.

A arquitetura da informação do blog muda, ele continuará com os posts anteriores, terá textos escritos direto nele, mas o foco é a apresentação pessoal e não mais unicamente posts. [como dito a dois parágrafos acima ]Além de não ser mais a única origem e sim um agregador de diversas fontes.

Como dizia George Bernand Shaw,
É impossível progredir sem mudança, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada.

Reflexão sobre convites em Redes Sociais x Redes Networking

Redes Sociais x Redes Networking

Analisando especificamente contatos e solicitações de amigos em redes de relacionamento, devemos separar todos os convites recebidos em dois tipos de redes: Redes de Network e Redes Sociais.

Quantidade + conhecimento = Rede Segura

Em Redes Sociais onde sua vida pessoal é exposta, além dos habituais procedimentos para se proteger, você não deve aceitar qualquer conexão, ainda mais de desconhecidos. Eu as vezes ainda penso em aceitar alguns que eu acredito conhecer.

Então a regra é não adicionar todas as pessoas.

Quantidade + Qualidade = Networking Eficaz

Em Redes de Network como LinkedIn, a recomendação e adicionar pessoas que gerem valor a nossa rede. A ideia claro, é demonstrar o valor que você tem.

Mas seja sincero, é justo?

Read more

O Colaborador e o WhatsApp

Gerir pessoas não é uma tarefa fácil, são muitos estilos, ideias, ideologias e desejos muito diferentes.  Bloquear acessos, fiscalizar, são ações tão antigas quanto a existência da internet, e um retrocesso incrível. Se sua empresa quer ser digital e precisa de presença nesse mundo, não podemos deixar que nossos colaboradores fiquem fora, ou que só possam curtir através da sua 3G, em casa ou em ma conexão wi-fi do restaurante na hora do almoço.

É preciso e possível que a colaboração do seu pessoal trone a marca inesquecível, propague e defina sua empresa como uma das melhores online.

Cabe a cada colaborador ter a responsabilidade de ter limites e cumprir suas metas e objetivos, para sua própria evolução. Mas é neste ponto que caímos com casos onde a liberdade virtual se confundi com a falsa liberdade e privacidade online. Acreditar que você está oculto quando está online é auto engano. Todos os passos são registrados, você eu e todos deixamos rastros virtuais claros.

Read more