Python e R, vamos voltar a programar?

Algumas linguagens eu confesso que deveríamos todos abandonar, são grandes demais, com detalhes desnecessários demais, caras demais do ponto de vista profissional e de infra. São tão chatas que você leva dias para montar um ambiente, em resumo, chega né!

No futuro temos que focar em sermos mais produtivos e menos Nerdizinhos, com isso e o foco nas novas oportunidades, resolvi voltar ao Python que é uma linguagem de propósito geral de alto nível, multi paradigma, suporta o paradigma orientado a objetos, imperativo, funcional e procedural. Confesso que nunca me aprofundei na linguagem Python e que agora seja a hora pra mim.

Python é hoje uma das linguagens que mais está alinhada ao desejo de participar do futuro, assim como a linguagem R, que também é um ambiente de desenvolvimento integrado para cálculos estatísticos e gráficos.

Python é uma linguagem de programação de alto nível[4], interpretada, de script, imperativa, orientada a objetos, funcional, de tipagem dinâmica e forte. Foi lançada por Guido van Rossum em 1991.[1] Atualmente possui um modelo de desenvolvimento comunitário, aberto e gerenciado pela organização sem fins lucrativos Python Software Foundation. Apesar de várias partes da linguagem possuírem padrões e especificações formais, a linguagem como um todo não é formalmente especificada. O padrão de facto é a implementação CPython.

A linguagem foi projetada com a filosofia de enfatizar a importância do esforço do programador sobre o esforço computacional. Prioriza a legibilidade do código sobre a velocidade ou expressividade. Combina uma sintaxe concisa e clara com os recursos poderosos de sua biblioteca padrão e por módulos e frameworks desenvolvidos por terceiros.

 

Fonte(s):https://pt.wikipedia.org/wiki/Python

 

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Deixe uma resposta

Site Footer

Sliding Sidebar

About Me

About Me

MBA, SAP, Microsoft, Salesforce, WordPress, Liderança, Gestão 3.0, Gestão de Pessoas, Carreiras, Coaching, Agile Coach, Inovação, Transformação Digital, Futuro dos Negócios, Influência Digital Conteúdo e Estratégia, AI, Data Science, Big Data e Futurismo