Instalar o Sonar e Maven Local

Sonar Qube é uma ferramenta que permite analisar métricas no código fonte de um projeto e gerar relatórios a partir dela, como a própria descrição diz “é um lugar para gerenciar a qualidade do código”.

Usando o Maven 2 integrado com o Sonar Qube para executar a análise do código fonte quando for necessário.

Bastas realizar o donwload do Sonar Qube, última versão. Para instalar o Sonar, descompacte o arquivo sonar-x.x.zip.

Você pode manter a configuração básica padrão da instalação que usa o banco de dados H2. Mas sempre utilizo a configuração usando o MySQL.

Podemos configurar um schema de banco de dados específico para o Sonar Qube no MySQL, ou utilizar um existente. Então, conecte no MySQL como root e execute os comandos a seguir.

CREATE DATABASE sonar CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_general_ci;
CREATE USER ‘sonar’ IDENTIFIED BY ‘sonar’;
GRANT ALL ON sonar.* TO ‘sonar’@’%’ IDENTIFIED BY ‘sonar’;
GRANT ALL ON sonar.* TO ‘sonar’@’localhost’ IDENTIFIED BY ‘sonar’;
FLUSH PRIVILEGES;

após a criação do banco de dados e usuário Sonar Qube com sucesso, vamos para o próximo passo.

Configura nas variáveis de ambiente(windows) as variáveis abaixo:

Nome: SONAR_RUNNER_HOME
Valor: C:\sonarqube-x.x.x\bin
e
Nome: Path
Valor: C:\sonarqube-x.x.x\bin

Edite o arquivo de configuração $SONA_HOME/conf/sonar.properties comente as linhas do H2 database(já vem comentada).

#sonar.jdbc.url=jdbc:h2:tcp://localhost:9092/sonar
#sonar.jdbc.driverClassName=org.h2.Driver

Agora, adicione a configuração do MySQL.

sonar.jdbc.url=jdbc:mysql://localhost:3306/sonar?useUnicode=true&characterEncoding=utf8&rewriteBatchedStatements=true

Eu não uso e não aconselho a utilização das duas linhas abaixo. Elas impactam em erro na subida do Sonar Qube.

sonar.jdbc.driverClassName=com.mysql.jdbc.Driver
sonar.jdbc.validationQuery=select 1

Ok. Salve o arquivo de configuração.
Agora inicie o Sonar Qube.

$ /usr/local/sonar-3.2/bin//sonar.sh start
$ Starting sonar…
$ Started sonar.

No diretório bin/ você deve selecionar o seu sistema operacional.

Acesse http://localhost:9000 e veja a interface gráfica dele, sem projetos, ainda.

O último é configurar o Maven, você NÃO precisa modificar o arquivo POM.xml do seu projeto, para adicionar plugins basta editar o arquivo settings.xml e acrescentar uma profile do Sonar Qube, conforme a seguir.

$ sudo vim ~/.m2/settings.xml
<settings>
<profiles>
<profile>
<id>sonar</id>
<activation>
<activeByDefault>true</activeByDefault>
</activation>
<properties>
<sonar.jdbc.url>jdbc:mysql://localhost:3306/sonar</sonar.jdbc.url>
<sonar.jdbc.driver>com.mysql.jdbc.Driver</sonar.jdbc.driver>
<sonar.jdbc.username>sonar</sonar.jdbc.username>
<sonar.jdbc.password>sonar</sonar.jdbc.password>
<sonar.host.url>http://localhost:9000</sonar.host.url>
</properties>
</profile>
</profiles>
</settings>

Agora o Sonar Qube está configurado e integrado ao Maven. A partir do seu projeto você poderá criar um projeto no Sonar Qube e realizar a análise do código fonte apenas com uma linha de comando.

$ mvn sonar:sonar

E fim 😉

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Deixe uma resposta

Site Footer

Sliding Sidebar

About Me

About Me

MBA, SAP, Microsoft, Salesforce, WordPress, Liderança, Gestão 3.0, Gestão de Pessoas, Carreiras, Coaching, Agile Coach, Inovação, Transformação Digital, Futuro dos Negócios, Influência Digital Conteúdo e Estratégia, AI, Data Science, Big Data e Futurismo