Category: Organização (page 1 of 8)

Análise MoSCoW na Priorização de Requisitos

Há alguns dias conhecia Análise MoSCoW , um técnica para ajudar na priorização de itens, escopo, requisitos, classificação de mudanças…

Atualmente o Dynamic Systems Development Method (DSDM) Consortium possui os direitos de propriedade intelectual da MoSCoW, doados pelo seu criador Dai Clegg e significa:

Must Have (Deve Ter) – Tudo o que é imprescindível para o escopo do projeto. Aquelas funcionalidades CORE da sua aplicação, que sem elas a aplicação perderia totalmente o sentido.

Should Have (Deveria Ter) – Tudo o que é importante ter no escopo do projeto, mas que não são imprescindíveis. Funcionalidades que se por ventura não forem desenvolvidas, não farão com que o produto perca o seu valor de negócio.

Could Have (Poderia Ter) – Tudo o que seria bom ter, mas não são importantes. É aquele item que faz brilhar os olhos do cliente.

Won’t Have for Now (Não Terá por Enquanto) – Tudo o que não será desenvolvido por enquanto, pois o won’t have for now, não geram valor de negócio no momento.

Vantagens em utilizar a Técnica MoSCoW

  • Num planejamento da release, um PO poderia decidir que todas as estórias que estão classificadas e priorizadas com Must Have e Should Have deverão ser implementadas até a data da release.
  • O PO poderia, analisando o avanço do projeto, incluir uma estória no Backlog, classificá-la como sendo Could Have e definir todas as estórias classificadas com este valor de negócio, devendo ser discutidas previamente com o cliente.
  • OPO não terá maiores dificuldades em demonstrar redução nos custos do projeto, caso ele tenha classificado algumas estórias como Won’t Have for Now, e tais estórias, posteriormente, se fizeram de fato desnecessárias.

MoSCoW e as 3 ações (Dividir, Priorizar e Descartar)

Todas as estórias que têm valor de negócio Must Have, deverão ser refinadas. Elas precisam ser entendidas pelo time,  quebradas em estórias menores.

Todas as estórias que estiverem com Must Have e Should Have são prioritárias, precisam ser desenvolvidas na Sprint atual ou na próxima. (PRIORIZAR)

Todas as estórias que estiverem com Won’t Have for Now devem ser descartadas, pelo menos por enquanto. (DESCARTAR)

Eu vejo muitas oportunidades com a técnica, que se bem empregada, pode auxiliar muito a criação do backlog do projeto.

Apesar de ser Formado e Pós Graduado em Gestão de Projetos, estou muito aprofundado em Metodologias Ágeis, e estes estudos tem proporcionado uma gama maior de conhecimentos em novas técnicas como a MoSCoW . Sei que para muitos e que fica comprovado pela sua história, ela não é propriamente nova, mas hoje que eu a conheço melhor a vejo com outros olhos.

Aproveitem a leitura e pesquisem mais, colaborem e distribuam o conhecimento para evoluirmos juntos.

 

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Faça Mais e Se Divirta com Gestão do Tempo Usando Pomodoro

A Técnica Pomodoro não é como qualquer outro método de gerenciamento de tempo no mercado hoje. O que o torna tão único? Simplicidade!

Começamos que Pomodoro é um sistema cíclico. Você trabalha em sprints curtos , o que torna a certeza de que estamos constantemente produzindo. Você também terá de fazer pausas regulares que reforçam a sua motivação e o mantêm criativo.

 

Técnica Pomodoro é provavelmente, um dos métodos de produtividade mais simples de implementar. Tudo que você precisa é de um timer. Além disso, não existem aplicações especiais, livros ou ferramentas necessárias.  Relembrando como a Técnica  funciona:

  1. Escolha uma tarefa a ser cumprida;
  2. Defina o Pomodoro a 25 minutos (o Pomodoro é o temporizador);
  3. Trabalhe sua tarefa até que o Pomodoro determinado seja cumprido e coloque um cheque em sua lista;
  4. Faça uma pausa curta (5 minutos);
  5. A cada 4 Pomodoros dar uma pausa maior(sugestão de 15 min);
  6. Essa “pausa maior” é geralmente da ordem de 15-30 minutos, ou o que for preciso para fazer você se sentir recarregado e pronto para começar outra sessão de trabalho de 25 minutos. Repita esse processo algumas vezes ao longo de um dia de trabalho, e você se sentirá muito realizado e levei, tendo essas pausas para tomar uma xícara de café ou encher sua garrafa de água.

É importante notar que um pomodoro é uma unidade indivisível de-obra, que significa que se você estiver distraído part-way por um colega de trabalho, reunião, ou em alguma emergência, você tem que terminar o pomodoro (salvar o seu trabalho e começar um novo mais tarde), ou você tem que adiar a distração até o pomodoro ser completo. Neste caso, a sugestão é:

  1. Informe que você está trabalhando em alguma coisa agora;
  2. Negociar um momento em que você possa retornar;

pomodoro-edersonmelo

É claro que nem todas as distrações são tão simples, e algumas exigem atenção imediata.

Como o Pomodoro pode ajudar

A Técnica Pomodoro não é apenas ajudar você a fazer as coisas hoje; Trata-se de aprender como você trabalha para que você possa economizar tempo no futuro.

1. TRABALHAR COM TEMPO – NÃO CONTRA-O-TEMPO

Para muitas pessoas, o tempo é um inimigo. Nós corremos contra o relógio para terminar as atribuições e cumprir os prazos. A Técnica Pomodoro ensina você a trabalhar com o tempo, em vez de se esforçar contra isso.

2. GERENCIAR SUAS DISTRAÇÕES

Uma distração pode ser uma chamada no Facebook, ou, de repente, percebendo que você precisa mudar o óleo em seu carro, muitos pensamentos e eventos, distrações surgiram quando você está no trabalho. A Técnica Pomodoro irá ajudá-lo a registrar suas distrações e ordená-las de acordo com os níveis de prioridade. Você vai se surpreender como muitas coisas podem esperar o tempo apropriado.

3. TRABALHO/VIDA PESSOAL

A maioria de nós está intimamente familiarizado com a culpa que vem de procrastinar. Se não tivermos um dia produtivo, é muito fácil acabar sentindo que não podemos aproveitar o nosso tempo livre. A Técnica Pomodoro pode ajudar na organização, seja criando um cronograma ou em simples listas, permitindo que você realmente aproveitar seu tempo livre.

4. ENCONTRAR QUANTO DE ESFORÇO UMA ATIVIDADE EXIGE

Já se perguntou onde está todo o seu tempo? Não me pergunto mais: está tudo na página. A sua Folha do Pomodoro To-Do é uma visão geral do tempo gasto em várias tarefas.

5. APRENDENDO A LIDAR COM INTERRUPÇÕES

Normalmente, você pode demorar 25 minutos antes de ligar para um amigo ou responder a um e-mail. Você aprenderá a lidar com a interrupção inevitável, mantendo-se focado na tarefa em questão.

6. ESTIMATIVA DE ESFORÇO PARA SUAS ATIVIDADES

Uma vez que você tenha obtido o tempo necessário para tarefas comumente necessárias, você poderá prever com precisão quantos Pomodoros serão necessários para realizar as tarefas futuras.

 Com toda essa simplicidade e possibilidades que a Técnica Pomodoro promove, ou possibilita é o que me motiva a escrever tanto sobre algo simples.  É o que me motiva a utilizar diariamente no meu trabalho, mesmo que nem sempre está possa ser aplicada.
By Ederson Melo
Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

A eficiência de um Post-it em um quadro de tarefas

Voltando a colar Post-it em um Quadro de Tarefas chega a renovar os ânimos. Não que eu queira ficar colando bloquinhos coloridos, mas pelas possibilidades de renovação em um cenário caótico.

Mesmo usando ferramentas como ALM e Trello, nada substitui um bom Quadro de Tarefas na parede.  Mas não pense em um super Quadro de Tarefas com desenhos de personagens representando cada colaborador, multi colorido, com frases engraçadas. Pense num Quadro de Tarefas padrão com post-it’s simples.

Quando se chega a um ponto do desenvolvimento e você chegar a precisar muito disso e consegue uma brecha para criar você vai entender.  Você vai colocar sua energia, faz o seu melhor, busca técnicas e pode não agradar a todos, mas vale cada segundo.

Um bom Quadro de Tarefas gera motivação sim, todos se reúnem na frente, discutem, novos itens surgem enquanto outros são consumidos e outros priorizados.

Um Quadro de Tarefas é muito fácil, todos entendem, mas não serve de forma alguma como documentação, não vejo esse desejo ou pretensão de que um post-it seja uma forma de matar documentação, bem pelo contrário, é um incentivo a documentar cada etapa. Nada impede que você crie uma tarefa para documentar e ela seja colocada no quadro em um post-it.

Um bom Quadro de Tarefas organiza o trabalho da equipe, você enxerga quem esta fazendo o que, você sabe que talvez um esteja com 3 tarefas e que outro esta com 1 que vale por quatro(neste caso, vale quebrar a tarefa), neste momento você entende a frase 1 post-it + 1 post-it = 3 post-its. Isso porque você enxerga o quanto você produziu em equipe.

Bom, só para ficar o registro de como é legal criar um Quadro de Tarefas e usar post-its. Eu tenho um em casa, tenho ele replicado na minha tela do note através do windows notes. Posso me considerar um fã desta técnica e um eterno aprendiz.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

2017 começa aqui no Blog

Eai? Como foi seu final de ano e início de 2017? O meu foi muito bom e com este inicio de ano e a chegada dos 3.6 minha mente mudou.

Após assistir muitas Palestras e analisar Gartner e Visionários, pontos positivos e negativos surgiram e surgirão em minha visão de futuro.  Decidir então participar da criação deste futuro.

Acredito em um futuro onde teremos carros autônomos e muitos aplicativos e funcionalidades embarcados para tornar seu trajeto mais conectado. Pensando que você já não será mais tão útil assim como motorista.

Um futuro onde a Inteligência Artificial já presente em nossas vidas vai propiciar não somente o fim dos empregos comuns, mas a criação de novos para essa geração que está chegando. Não pense na Inteligencia Artificial como uma inimiga, pense que você não mais vai se sujeitar a passar horas em uma ligação com um callcenter tentando explicar o que você quer para outro humano. Não vai mais depender da boa vontade de um motorista de transporte público para parar um ônibus só porque ele não quer.

Um futuro onda manteremos os dispositivos mobile mas que a  IoT vai frear este crescimento, já que tudo estará conectado. O  Amazon Echos está entre muitos dispositivos que vão ajudar nesse novo desenho.

Um futuro onde a cultura do compartilhamento já se manifesta, onde a honestidade já é mais presente, porque para compartilhar você vai precisar confiar.

Como você deve estar se perguntando, mas onde me preparar, como começar, bom eu me fiz as mesmas perguntas e descobri em segundos. A Cloud está cheia de oportunidades, ainda que minúsculas e separadas, ela está ai para fornecer a você alguns caminhos para começar.

Vivemos sim em um pais de terceiro Mundo, onde operadoras querem limitar a internet, que é péssima, onde os políticos vão diminuir as possibilidades de crescimento, aumentar impostos sobre tudo que pode te fazer grande, um Pais que está na contramão da evolução, que investem em presídios e não em escolas. Onde as pessoas que podem mudar ficam quietas.

Criei 3 laboratórios caseiros para investir desde um simples cultivo orgânico até em Inteligência Artificial.

Bom pra mim começa o ano com uma nova viagem, novas oportunidades e muito mais compartilhamento. Me segue nas redes sociais que também vou te seguir para compartilharmos ideias.

Abraço.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Plano B – Nota

Como todos os bons profissionais sugerem, é importante ter um plano B. Esse plano B pode se traduzir como uma segunda carreira, e é nisto que venho pensando.

Gostaria de fazer muita coisa, mas é impossível fazer tudo e aprender tudo. Uma carreira sugere que você é no mínimo bom no que faz. Então o que fazer para os meus próximos 30 anos? Manter a carreira atual continuará como plano A, mas o que escolher para meu plano B?

2017 será um ano de escolhas, vou experimentar algumas áreas de interesse, e se uma emplacar, esse será meu plano B. Simples assim.Porque sem botar a mão na massa, não podemos prever além da neblina de uma nova vida.

Algo que gosto bastante, mas não tenho tido muito tempo é escrever no blog. Para algumas outras coisas eu não tenho sequer o dom, o que é uma pena.

E você, qual seu plano B?

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Vou tentar acordar às 5 da manhã

Já ouviram falar do 5am club? É o poderoso é o intervalo das 5 às 8 da manhã. Mas nem todos estamos dispostos a acordar às 5 da manhã por escolha própria, mas é exatamente isso que fazem as pessoas mais bem sucedidas do mundo, a turma do 5am club ou “high achievers”.

Dentre eles estão Richard Branson (da Virgin), Tim Cook (CEO da Apple),  Robert Iger (da Disney), Howard Schultz (do Starbucks), Benjamin Franklin, etc.

 

Tenho tentando melhorias mais minha performance e produtividade, e isso é impossível durante a noite, então porque não estender minhas manhãs?

A ideia é começar agora na volta das férias e no início do próximo ano já estar totalmente habituado.

 

Tem uma expressão muito comum no inglês que define bem isso, “head start”. A ideia é simples: quando você acorda e 99% das pessoas ainda estão dormindo você começa o dia com vantagem e sua força de vontade no máximo. A preguiça deveria deixa de existir.

 

Começando o dia antes, é começar do jeito certo. E para isso precisarei criar novos hábitos e métodos, então, vamos as pesquisas.

Uh, pensei em registrar isso no snap. Vamos evoluir a ideia.

 

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Composer, gerencie dependências com PHP

Sei que saiu do prometido, e que você já deve conhecer o Composer, encontramos posts desde 2007 sobre ele. Mas eu arrecem comecei a usar, e acho demais qualquer contribuição que possa agilizar o desenvolvimento.

O Composer é o melhor gerenciador de dependências para PHP e a ferramenta mais utilizado hoje em dia no mundo. Ele permite definir bibliotecas externas utilizadas em seu projeto de forma simples e direta. O próprio Composer baixa, atualiza e carrega automaticamente todas as bibliotecas utilizadas pela sua aplicação.

Instalando o Composer

Como todos já sabemos, há diferenças na forma de instalação em sistemas Windows e em Linux/Mac OS X.

Instalando em Linux e Mac OS X

Em Linux e Mac, podemos usar por linha de comando. No terminal, execute o comando abaixo para baixar o instalador do Composer, usando curl, e executá-lo com o interpretador do PHP:

curl -sS https://getcomposer.org/installer | php

Caso você não tenha o curl instalado, use o comando abaixo, que também terá o mesmo resultado:

php -r “readfile(‘https://getcomposer.org/installer’);” | php

Se você rodar o comando ls, verá que o arquivo composer.phar agora está no diretório onde consta seu projeto.

Para testar a instalação, execute o comando abaixo:

php composer.phar

Um agrande sacada que ajuda bastante é a instalação global do composer, assim não será preciso executar este procedimento para cada projeto.

Então, copie o arquivo composer.phar para um diretório que esteja no PATH do nosso sistema. Pra facilitar, vamos renomeá-lo para composer apenas, sem extensão.

Copie o arquivo para o diretório /usr/local/bin/, com o comando mv:

sudo mv composer.phar /usr/local/bin/composer

Note que /usr/local/bin/ é um diretório protegido e você precisará de permissão de root para escrever nele. Por isso, executamos o comando usando sudo.

Agora o Composer está instalado globalmente. Basta digitar composer no terminal, em qualquer diretório e pode usá-lo onde quiser.

Instalando em Windows

O Windows oferece a opção manual e através de um instalador, que eu acabei usando devido a dependências do meu PHP local, ficou muito mais fácil pra mim.

Depois execute-o e siga os passos. O instalador vai colocar o Composer no PATH do seu Windows, assim você poderá executar o comando de qualquer diretório.

Se você estiver com uma janela do terminal (prompt de comando) aberta, deverá fechá-la e abri-la novamente. Isso é necessário para que a alteração no PATH seja carregada.

Se preferir seguir a instalação manual, execute os comandos descritos na documentação oficial.

Instalação de Dependências

Para instalar uma dependência, use o comando composer require. Um pacote é identificado por duas partes: vendor_name, que é o nome do responsável por ele e project_name, que é o nome do projeto propriamente dito.

Como exemplo, a instalação da apiclient do google:

composer require google/apiclient

Após este comando ele cria os arquivos composer.json e composer.lock automaticamente. A biblioteca apiclient (e todas as demais dependências) serão armazenadas no diretório vendor.

No arquivo composer.json é o arquivo de configuração principal. Nele serão armazenadas as dependências, nome do projeto etc.

O composer.lock é um arquivo manipulado pelo próprio Composer, para gerenciar as versões, saber de onde baixar as bibliotecas etc. No diretório vendor é onde fica o auto loader e todas as dependências de seu projeto.

Como Usar Dependências

Após declarado e baixado uma dependência, você poderá usá-la em todo o seu projeto. Basta que o autoloader do Composer tenha sido carregado.

Basta declarar ele no arquivo onde preisa utilizar suas dependências:

set_include_path(get_include_path() . PATH_SEPARATOR . __DIR__ .’/vendor/google/apiclient/src’);

require_once __DIR__.’/vendor/autoload.php’;

Como Atualizar Dependências

Como todo gerenciardor, o Composer baixa as atualizações dos pacotes. Basta usar o comando composer update. Esse comando verifica todas as dependências configuradas no arquivo composer.json e busca por atualizações. Dessa forma, elas estarão sempre atualizadas.
Viram a simplicidade e a praticidade em utilizar um gerenciador de dependências para seus projetos em php? Além de mantermos tudo organizado.

Bom, vou usar em mais projetos e certamente postarei mais.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

CheckList: Nov de 2015

Voltando, muitas coisas a falar, a ensinar e continuar a aprender. Como se bem diz, um Outubro sem posts, então, o que aconteceu e o que pretendo fazer acontecer!?

Oficialmente começou meu TCC da Pós Graduação, e o tema escolhido foi: Capacidade de Liderança – A sua influência no resultado final do projeto.

Assunto este, que pretendo falar até o final do ano com vocês. Afinal, me tornarei um especialista, já que tenho tido a oportunidade de vivenciar e estudar muito sobre ele. Também pretendo, quem sabe, torná-lo um ebook.

Comprei uma caneta nova, que me eploga a escrever tudo antes de digitar, e tenho feito muito isso ultimamente. Tenho usado como nunca meu moleskine, e assim que este acabar, pretendo comprar um moleco, me parece um material fantástico.

Estou de férias, vou aproveitar para tocar o TCC, arrumar mais o jardim e a hortinha, farei alguns novos cursos e finalizarei os que estão em andamento. Voltarei as obras em casa e no sítio, espero que o tempo ajude, já que temos enfrentado bastante chuca aqui no sul.

Assisti entre muitos o filme O jogo de imitações, que conta a história real de Alan Turing. E confesso que fiquei impressionado com os detalhes que eu desconhecia. E mais uma vez, é mostrado o preço pago pela inteligência e a tristeza como eram tratadas as pessoas com preferências diferentes da padrão.

Serão vistas mais algumas melhorias no blog, já que é uma ação contínua, e eu sempre busco melhorar, cada vez da melhor forma e mais simples possível.

Automatizações serão vistas também, é uma das novas ações e visões para 2016. E já comecei a implementar.

Voltarei a me exercitar também, é um dos objetivos. Eu já me considero sedentário, o que é novo pra mim. Além do meu bem estar, quero ser um exemplo/modelo para meu filhote.

 

 

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Auto Organização

Se você pensa que é fácil ser uma pessoa organizada, está engando(a). Você passa uma vida estudando e dando dicas, cursos ou seja o que for, e pode se considerar e realmente ser desorganizado.

Isso não quer dizer que você está errado ou sozinho. Eu sempre estou testando novas técnicas e práticas, e mesmo assim, após um tempo, preciso parar e me organizar.

Temos as vezes muitos grupos distintos para organizar, como a casa, as contas, uma ou mais equipes, clientes, etc. e a lista só aumenta. E se tem ferramenta que eu nunca deixarei de usar é um papel e uma caneta. Acho simples por demais, e de tão fácil administração. A área médica, aeroespacial, aeronáutica , engenharia, entre outras as utilizam, então porque nós não?

Então você pensa: mas vou carregar meu celular, cheio de excelentes aplicativos e mais um papel e caneta? Sim, porque não!? O Mundo anda tão complexo, que simplificar virou moda, alias, virou uma atitude vital.

Sempre precisamos nos re-organizar e nos mantermos em movimento, isso é muito bom, tente renovar sempre que possível.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/

Carreira em W

A conhecida “carreira em Y”, metáfora que relaciona o formato da letra com a chance de escolher entre duas opções: carreira gerencial ou técnica. Ocorre que a estrutura organizacional de certas empresas envolve muito mais complexidade do que apenas um Y consegue abarcar.

A “carreira em W”, é um sistema que prevê uma perna a mais do que a carreira em Y. Onde os primeiros passos da carreira são dados dentro do chamado “pool de talentos”, no qual analistas e especialistas têm uma trajetória comum — avançam de um cargo a outro segundo suas competências, podem participar de processos de recrutamento interno e têm a chance de integrar programas de rotação de funções (job rotation). Mas não são todas as empresas que tem essa clareza e dedicação gerencial.

A carreira em Y foi adotado especialmente por empresas de tecnologia, o sistema W caiu em desuso durante um bom tempo em razão de algumas dificuldades de implementação. A principal é assegurar que cada uma das três pernas do W tenha cargos com o mesmo nível de equivalência.

O fator crucial é o horizonte de complexidade das posições em cada trilha de carreira. É comum que uma empresa tenha vários níveis gerenciais, mas há demanda na área técnica por um especialista tão diferenciado a ponto de ter um cargo com status de direção.

Por outro lado, em organizações extremamente sofisticadas, três vias de crescimento podem simplesmente ser insuficientes. Por vezes há cinco, dez ou até 12 caminhos possíveis. Nesses casos, a analogia com a letra W deixa de fazer sentido — e mais vale falar de carreiras paralelas múltiplas.

Então fica a dica para os gestores.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/
Older posts

© 2017 EM2

Theme by Anders NorenUp ↑

%d blogueiros gostam disto: