Voltando a colar Post-it em um Quadro de Tarefas chega a renovar os ânimos. Não que eu queira ficar colando bloquinhos coloridos, mas pelas possibilidades de renovação em um cenário caótico.

Mesmo usando ferramentas como ALM e Trello, nada substitui um bom Quadro de Tarefas na parede.  Mas não pense em um super Quadro de Tarefas com desenhos de personagens representando cada colaborador, multi colorido, com frases engraçadas. Pense num Quadro de Tarefas padrão com post-it’s simples.

Quando se chega a um ponto do desenvolvimento e você chegar a precisar muito disso e consegue uma brecha para criar você vai entender.  Você vai colocar sua energia, faz o seu melhor, busca técnicas e pode não agradar a todos, mas vale cada segundo.

Um bom Quadro de Tarefas gera motivação sim, todos se reúnem na frente, discutem, novos itens surgem enquanto outros são consumidos e outros priorizados.

Um Quadro de Tarefas é muito fácil, todos entendem, mas não serve de forma alguma como documentação, não vejo esse desejo ou pretensão de que um post-it seja uma forma de matar documentação, bem pelo contrário, é um incentivo a documentar cada etapa. Nada impede que você crie uma tarefa para documentar e ela seja colocada no quadro em um post-it.

Um bom Quadro de Tarefas organiza o trabalho da equipe, você enxerga quem esta fazendo o que, você sabe que talvez um esteja com 3 tarefas e que outro esta com 1 que vale por quatro(neste caso, vale quebrar a tarefa), neste momento você entende a frase 1 post-it + 1 post-it = 3 post-its. Isso porque você enxerga o quanto você produziu em equipe.

Bom, só para ficar o registro de como é legal criar um Quadro de Tarefas e usar post-its. Eu tenho um em casa, tenho ele replicado na minha tela do note através do windows notes. Posso me considerar um fã desta técnica e um eterno aprendiz.

Pai do Pedro, Marido e Workaholic com vida social. Mais em https://www.edersonmelo.com/quem-sou/